O Mundo de Warthia

Fala galera! :D

Na mesma linha dos posts anteriores, hoje eu venho contar para vocês algumas coisas sobre o mundo de Os Mistérios de Warthia. Vamos lá? :D



Esse continente gigantesco, habitado por criaturas mágicas e dimensões fantásticas, é chamado de Warthia. Durante a Era dos Magos, Warthia foi dividida em quatro reinos pelo Rei Demetrius – figura conhecida de quem leu A Profecia de Mídria – e, para cada reino, um monarca foi escolhido. Demetrius entregou o Sul ao seu meio-irmão bastardo, Maltrus, que se tornou o Senhor das Brumas. Ao irmão mais egoísta foi dado o reino Leste, e Red se tornou o Senhor das Montanhas. Ao caçula, foi entregue o reino mais traiçoeiro, o Oeste, lar das grandes dunas místicas, e Jon se tornou o Senhor do Deserto. Demetrius ficou no Norte, e se tornou conhecido como o Grande Rei. 

Warthia foi criada por quatro grandes deuses, numa época em que eles mesmos caminharam pelo continente. Os elementos são vivos, o que os torna o equilíbrio às forças sombrias. Onde há Trevas, há Luz, sempre foi assim e sempre será.


Curiosidades

Oeste: O Reino Árido, imposto a Jon Tytos quando ele ainda era uma criança, é considerado por muitos... Bastante perigoso. Suas dunas arenosas são traiçoeiras, e nem pense em viajar por lá sem um guia experiente! Os que se arriscaram, nunca voltaram para contar a história.

O Oeste é habitado por diversas criaturas mágicas e possui iguarias fantásticas. Sua capital reside na Fortaleza do Dragão, mas é a Cidade Miragem sua principal fonte de renda – curiosamente, nesses dois cenários, duas grandes cenas do segundo livro ocorrerão. 

Para quem espera monstros horrendos vindos do Deserto, pode se animar! Ou nem tanto... Ouvi dizer que os Escorpiões Gigantes são medonhos.

Serafine vai aprender muito sobre Warthia e sobre o Reino Árido nesse segundo volume, então se prepara para viajar pelo Grande Deserto! Reserve uma boa quantidade de água e segure as emoções, porque a viagem está marcada para começar.

Sul: Ah, o que falar desse reino gélido que vocês mal conheceram, mas vão temer pacas? O Sul é todo rodeado pelo oceano de Warthia, e é o reino mais traiçoeiro e medonho do continente – o Oeste pode ser perigoso, mas o Sul... O Sul é terrível. Conhecido como o Reino das Brumas, é comandado por Maltrus, o cruel e sombrio irmão bastardo dos outros Reis. Talvez por ter um monarca tão frio, o inverno resolveu habitar aquelas terras para todo o sempre. Quando não há neblina densa e escuridão, há neve para todos os cantos. Quer visitar o Sul? Não se preocupe, você vai conhecer muito dele em A Fortaleza do Dragão.

Norte: O Reino das Florestas é o mais solitário dentre os quatro, talvez por sua localização ou pela vegetação extensa. Há poucas vilas e a civilização humana prefere recantos menos selvagens para viver – tanto que muitos migraram para o Leste por causa disso.

O Norte é a terra do Grande Rei Demetrius, e também lar dos elfos e dos Atyubrus. Há, além dele, uma cadeia de montanhas que separa Warthia das Terras Desconhecidas, e poucos foram os loucos que já se arriscaram para lá.

Leste: O Reino mais habitado e mais conhecido pelos grandes comércios e grandes plantações. É a terra menos selvagem de Warthia, ainda que abrigue, bem no canto leste, um vulcão adormecido. O Reino das Montanhas é agradável e pacato se comparado ao resto do continente.

E ai, o que acharam de Warthia? :D