[ RESENHA ] As Bruxas de Oxford - Larissa Siriani

Título: As Bruxas de Oxford
Série: Trilogia Coração da Magia #1
Autora: Larissa Siriani
Editora: Literata
Classificação: Young Adult
Gênero: Fantasia Urbana
Nota: 3

Sinopse: A antiga Casa Azul nunca foi cenário de boas histórias. Há mais de cem anos, dizem, era lar de sete bruxas que foram queimadas na fogueira e que juraram vingança. Mas é quando Malena, seus pais e seus seis irmãos mais velhos se mudam para lá que a lenda se prova verdade. Coisas estranhas começam a acontecer sempre que ela se exalta, e, de repente, ela se descobre cercada por um passado que ela até então desconhecia, e condenada a consertar os erros de uma vida passada. E, quando os velhos inimigos começam a aparecer, Malena vai perceber que certos sentimentos se carregam para além da vida.
Você sabem que fantasia é comigo mesmo, e do ramo sobrenatural, as bruxas ganham o meu coração de leitor facilmente. Acho a ideia por trás dos cultos, covens e feitiços bem bacana. Eu nunca tinha ouvido falar de As Bruxas de Oxford até que ele entrou em promoção na amazon. O livro ficou paradão lá no Kindle por um bom tempo, e eu acabei por conhecer a autora na internet. Twitter, facebook e grupos, por conta disso e do mês das bruxas, decidi que era a hora de efetuar a leitura.

A vida de Malena esta prestes a mudar bastante. Seus pais decidiram que voltariam a morar em sua cidade natal, Oxford. Eles eram uma família grande, afinal Malena tinha 6 irmãos, fato que poderia gerar uma tremenda confusão dentro de casa, e o intuído da mudança era um convivo melhor entre eles, afinal quase todos ali trabalhavam e mal se encontravam em casa. 

Com a mudança para Oxford, seus pais decidiram por se estabelecer numa casa bem grande, afinal 7 filhos não é brincadeira e assim cada um poderia ter seu quarto. Malena optou por ficar no sótão. 

Lá em Oxford, Malena ia encontrar o restante de sua família pela primeira vez na vida. Durante o encontro coisas estranhas começaram a acontecer com a jovem, resultando numa explosão de vidros que feriram a frágil pele da menina. Toda vez que Malena ficava irritada coisas aconteciam a sua volta, livros caiam, lampadas apagavam etc.

Enfim chegou a hora de ir para a escola. Dois de seus irmãos ainda estudavam e a acompanhariam durante o trajeto. Lá tudo ocorreu bem, as pessoas eram legais e foram super simpáticas com ela. E foi lá que ela conheceu Sam. Malena ficou encantada com o rapaz.
Era um garoto alto, atlético, com o tipo de corpo que você só ve em modelos em potencial, artistas de cinema ou jogadores dos times das escola. Os olhos eram de um verde-acinzentado impressionante, a pele macia e natural, os cabelos nem castanho-claros, nem louros. Tudo nele era perfeito.
Num determinado final de semana, o time da escola ia jogar um amistoso com alguma escola da região, e Sam convidou Malena para assistir. No dia do jogo, ao chegar no local, a garota tropeçou num gato um tanto estranho, e em seguida acordou em sua cama, na segunda-feira. A menina perdeu completamente a memória de tudo que aconteceu no final de semana, ficou desesperada. Não bastava as coisas estranhas que vinham acontecendo ultimamente, agora ela sofria amnésia. 

O que a jovem não sabia, é que ela foi arrastada para uma guerra de bruxas. A muitos anos atrás, sete bruxas moravam na casa onde ela vivia agora. Elas planejavam dominar a cidade utilizando magia, mas para conseguir o poder necessário, uma sacrífico mágico teria que ser feito. As irmãs decidiram por sacrificar a mais nova das sete, Dorothi. A jovem ficou sabendo da traição das irmãs e realizou um feitiço para que daqui a tantos anos ela reencarnasse na sétima filha de dois herdeiros de Oxford. Logo em seguida, a cidade de rebelou contra as bruxas e as queimaram vivas, mas antes as irmãs juraram vingança e uma profecia foi criada. 

No presente, Dorothi e Malena, duas almas distintas estavam habitando o mesmo corpo, por algum motivo desconhecido. Malena herdou todos os poderes mágicos de Dorothi, inclusive suas lembranças, seus sentimentos e sua sede por vingança. As outras 6 irmãs também reencarnarão na cidade, bastava agora Malena descobrir quem eram. E mais complicado ainda, ela tinha que aceitar Dorothi mas ao mesmo tempo lutar para ser quem ela sempre foi.

No último update aqui do blog, quando eu falei que estava lendo o livro, eu disse que ele tinha um feeling meio sessão da tarde. E isso se mostrou presente durante toda a leitura. Afinal, sétima filha que muda para uma cidade pequena, se apaixona pelo garoto mais bonito da escola, descobre estar envolvida com assuntos sobrenaturais, não é a história mais original que existe, certo? Mas As Bruxas de Oxford vai um pouco além disso.

A narrativa é em primeira pessoa pelo ponto de vista de Malena. A escrita da Larissa é bem fluída, você começa a ler e não consegue parar, quando você percebe já foi metade do livro embora. Ela não perde tempo com descrições desnecessárias. 

Os personagens foi um ponto negativo no livro ao meu ver. Malena é até bem caracterizada, tem noção das coisas e a forma que a autora abordou a "dupla personalidade" entre Malena e Dorothi foi muito bacana. Afinal as duas personagens são completamente diferentes, mas por conta da situação elas acabam por ser uma única pessoa. Foi um conflito bacana de se ler. Quanto aos outros personagens, eu esperava um pouco mais de aprofundamento. Alguns deles seguem aquele esteriótipo bem clichê, ou seja, suas ações são bem previsíveis.

A história em si, é bem original. Eu gostei do que foi abordado no livro, o único porem é que tudo foi feito com bastante facilidade. Malena teria que enfrentar 6 bruxas, sendo que ela não estava em seu melhor, afinal não era para ela existir, e sim Dorothi. E tudo termiou bem rápido. Eu esperava um pouco mais de desenvolvimento na magia e até mesmo nas lutas presentes no decorrer da trama. 

Apesar de ser o primeiro livro de uma trilogia, As Bruxas de Oxford possuí um final até que bem fechadinho. Esse não é o melhor livro sobrenatural que eu já li, longe disso, mas também não é o pior. Definitivamente cativante, afinal a escrita da Larissa é bem gostosa. Mesmo com todos esses pontos negativos eu me vi ansioso para iniciar a leitura do segundo volume, tive que desligar o Kindle se não iria varar a noite lendo rsrs. O livro foi escrito em 2008, apesar de ter sido publicado recentemente. A autora comentou comigo que preferiu não mexer na história e deixar do jeito que ela tinha escrito antes, e dar mais atenção aos próximos volumes da série. Eu estou bastante ansioso e curioso para ver a evolução da escrita no próximo volume.

Recomendo o livro para vocês que gostam de uma história leve e despretensiosa. Aconselho a não ir com muita cede ao pote. Apesar de não ter me agradado como um todo, ele é cativante ao seu modo.

Bom gente é isso.
See you later folks!