[ Dia de Cinema ] Não sou eu, eu juro!


Oi gente. Trago hoje um filme que amo demais e revi especialmente para a coluna. Espero que gostem. 






Não sou eu, eu juro!
Título Original: C’est Pas Moi, Je le Jure!
Direção: Philippe Falardeau
País de Origem/Ano: Canadá/2008
Duração: 105 min 








Conheçam Léon (Antoine L'Écuyer), dez anos, o irmão mais novo de uma família imperfeita e meio louca, um mentiroso nato, um ladrão e arruaceiro, que sempre consegue o que quer usando uma lógica brilhante e inconsequente e que nos delicia ao longo do filme com verdadeiras pérolas filosóficas.


Léon sendo Léon.
Descobrimos, ao longo do filme, que esse foi o jeito que ele encontrou para lidar com alguns de seus problemas, como o abandono de sua mãe, a dor silenciosa do irmão, a tristeza e raiva de seu pai, o primeiro confuso amor.

(:
Ao longo do caminho, desvendamos também, aos poucos, os outros personagens, e nos encantamos com Léa (Catherine Faucher), que tem tantos problemas quanto Léon. E do encontro deles surge um plano absurdo e bem bolado para que cada um consiga seu objetivo.


Léa divando com seus silêncios. 

Léon sendo um perfeito cavalheiro <3
É engraçado, é dramático, é poético, é lindo. Não sou eu, eu juro!, mostra com maestria as diversas formas de enfrentarmos um problema e lidarmos com a dor. O filme nos encanta por seus diálogos sabidos, seus ensinamentos despretensiosos e o carisma de seus atores. É uma produção que se torna gigante talvez também por seu intuito de não ser. O longa é uma adaptação dos romances “Cest pas moi, j ele jure” e “Alice tribunal avec René”, do escritor Bruno Hebert.
Espero que aproveitem todos os seus minutos se apaixonando por esse filme incrível, assim como eu fiz. 

Porque ele é a coisa mais fofa do mundo.


Não encontrei um trailer legendado em português, mas vou deixar o legendado em inglês. Se interessarem, aí está. Lembrando que dá para encontrar o filme legendado na internet sem grande dificuldade. Beijo grande e bom filmes!