[ Resenha ] O Caçador - As Trevas da Verdade - Victor Bulhões


Victor Bulhões
Série: O Caçador #1
Classificação: Young Adult
Gênero: Sobrenatural
Editora: Selo Jovem
Páginas: 274
Nota: 4.0/5

" Uma aventura digna de um jovem caçador de vampiros. "

- Livro disponibilizado pelo autor.



Sinopse:

Adrian é um jovem que sem saber, possuía o sangue sagrado dos caçadores em suas veias, nascido e criado na Romênia, por seu avô Bernard, seu único companheiro e mentor, que lhe ensinou todos os valores que precisava aprender para ser um bom caçador, um homem honrado e benevolente. Foram longos anos de paz, tudo caminhava para que se tornasse apenas um homem que vivia com o que a mãe natureza tinha a oferecer... Até o momento em que um misterioso viajante, traz notícias de seu pai, há muito tempo desaparecido. A verdade obscura que lhe fora escondida será finalmente revelada. Criaturas que habitavam os seus piores pesadelos viriam à tona. Estava na hora de abraçar seu destino. Seus dons adormecidos seriam usados novamente para combater as trevas que reinavam sobre a humanidade. A guerra está apenas começando. " 

Surgiu a oportunidade para resenhar o livro aqui no blog e após ler os primeiros capítulos, eu percebi que a história tinha potencial para me agradar, e eu não estava enganado, mas tem algumas coisas a serem ditas. 

A história começa com Bernard, em sua pequena casa nos arredores de uma floresta. Durante a madruga ele recebe a visita inesperada de um mensageiro a mando de seu filho Christopher. Por conta da mensagem, Bernard percebe que já está na hora de ter uma conversar com o outro morador daquela casa, Adrian, seu neto. Adrian fora criado pelo avô e está prestes a fazer 18 anos, e o momento de saber a verdade sobre sua família está chegando. Bernard decide que a noite seguinte será o momento ideal para isso, Adrian precisa aprender a caçar vampiros.

Na manhã seguinte, Bernard e Adrian vão a vila mais próxima em busca de provisões e lá descobrem sobre o desaparecimento de algumas jovens do vilarejo e sobre o novo dono da taberna. Bernard que é um velho experiente rapidamente. Já em casa, durante a noite eles recebem a visita de um estranho homem, Bernard rapidamente identifica que o individuo é um vampiro e durante a investida da criatura, Adrian consegue se livrar dele rapidamente. Eufórico e confuso, Adrian quer saber como foi capaz de fazer aquilo tudo, e Bernard resolve contá-lo toda a história.

 " - Acalme-se e ligue os fatos, ponha seus pensamentos em ordem, irei pegar o vinho, quando retornar quero ouvir perguntas feitas por um homem, não por uma criança assustada. " 
Página 31

Os vampiros vivem entre os homens a séculos, e um determinado dia o primeiro caçador surgiu, ele possuía grandes poderes, o suficiente para se equiparar as criaturas das trevas. Sua linhagem foi passada a frente e várias famílias de caçadores foram criadas. A cada século 1 dessas famílias é escolhida e um novo membro recebe os poderes de seu antepassado. E Adrian é o escolhido. Apesar de possuir um poder incrível, o jovem ainda é muito inexperiente e precisa de treinamento para conseguir utilizar o que possuí da melhor maneira possível e para isso vai utilizar da ajuda de um aliado um tanto quanto inesperado.

Bom, hoje em dia história com vampiros não são lá tão famosas, mas as vezes nos deparamos com mitologias bem criadas e mais fieis as antigas lendas, de que eu tanto gosto. Victor utiliza de elementos de RPG e um toque de sua própria imaginação para nos presentear com uma mitologia rica em detalhes. Os vampiros são muito bem retratados e suas habilidades bem interessantes. Os caçadores também utilizam de uma certa "magia" atribuída a manipulação de suas auras. Eu achei a dinâmica dos poderes bem desenvolvida.

A história é narrada em terceira pessoa, e em alguns pontos acompanhamos outros personagens além do principal. A leitura é bem fluída e dinâmica, as descrições são feitas na medida certa, o que não deixa a leitura enfadonha. Victor retratou os vampiros, como seres arrogantes que se acham superiores, mas em certos momentos são bastante covardes. Os caçadores por outro lado, são cheios de orgulho por sua causa, e muito nobres.

Os personagens seguem uma linha simples, nada muito elaborado. Adrian cresce bastante no decorrer da história. Ele parece ser bastante maduro e aceita as coisas muito rápido. É um garoto com uma grande tarefa em suas costas. Esse crescimento eu achei um pouco acelerado demais. As coisas acontecem muito rápido.

As cenas de lutas foram muito bem escritas e os relacionamentos entre os personagens são bem divertidos, Adrian possuí uma relação interessante com seu avô vivem um caçoando do outro. E esse sarcasmo é presente em outros personagens. 

O final foi bem satisfatório e me deixou bastante curioso com a continuação da história. Não vejo a hora de descobrir o que o futuro reserva para Adrian.

A edição é bem simples, as páginas são brancas e a capa é bem mole. A revisão deixou muito a desejar, o texto é cheios de erros, o que é acaba tirando a credibilidade da obra. 

Recomendo a leitura para aqueles que gostam de vampiros e preferem algo mais verdadeiro do que " romantizado ". 

See you later folks!