[ RESENHA ] Ladrão de Olhos - Jonathan Auxier

Classificação: Infantojuvenil 
Gênero: Fantasia 
Editora: LeYa 
Páginas: 424 
Nota: 3/5

" Uma fantasia infantil, divertida e contagiante."


Peter Nimble teve uma infância complicada. Foi encontrado quando bebe boiando no mar e seus olhos tinham sido comidos por um corvo, deixando a criança além de órfão, cega. Peter crescera por conta própria, a ausência de sua visão o fez buscar auxílio em seus outros sentidos, sendo assim sua audição e olfato compensavam os olhos que lhe faltavam. Desde pequeno aprendera a viver de pequenos furtos, aos 10 anos já era um ladrão nato, posteriormente seria conhecido como o mais formidável dos ladrões. Seus feitos nas ruas não passaram despercebidos, Sr Seamus sempre quisera ser um ladrão, mas seu sonho ficou no passado e viu em Peter a possibilidade de conseguir o que queria. Sr Seamus enganou Peter e o fez trabalhar para ele realizando diversos roubos nas residencias da cidade. 

Em um determinado dia, Peter tinha saído para roubar comida e se deparou com um grande numero de pessoas reunidas, prato cheio para um batedor de carteira experiente. As pessoas estavam entertidas por um estranho vendedor. O estranho senhor conseguiu notar a presença de Peter e o que o garoto estava fazendo, e o chamara para fazer parte de uma de suas demostrações. O garoto um tanto quanto receoso aceitou o convite, pois tinha medo que o velho revelasse a todos o que ele fizera, sendo assim ele decide ajudar o estranho a enganar as pessoas e vender sua mercadoria.

O que mais chamava a atenção do menino, era na verdade a carroça do vendedor, lá dentro existia um bau muito bem guardado e tudo que é bem guardado é por que existe algo valioso dentro. Peter não pensou duas vezes e roubou a caixa, mais tarde ao abri-la percebeu que se tratavam de 6 ovos, um pouco indignado e com fome, resolveu abrir um e comer, mas logo em seguida percebeu que na verdade eram uma espécie de pedra. Faltou-lhe apenas a visão para descobrir que aquelas gemas, na verdade eram 3 pares de olhos mas, ao descobrir isso mais tarde, resolveu experimentar um deles e acabou sendo teleportado para um lugar um tanto quanto curioso. Lá, Peter conhece Sir Tode, um honrado cavaleiro que fora amaldiçoado por uma bruxa e vive num corpo que é uma mistura de gato e cavalo. Nesse estranho lugar o vendedor de quem roubar os olhos aparece. O que será que essa nova aventura reserva para Peter?

Jonathan nos apresenta a história de Peter com uma narrativa em terceira pessoa super divertida, aquela em que o narrador meio que conversa e interage com o leitor. 

A narrativa é bem rápida e dinâmica. Algumas incoerências na história são perceptíveis mas, é algo que podemos relevar, se trata de um livro infantil e não podemos tratar tudo com muita seriedade. A criação dos personagens foi bem feita, eu me diverti bastante com os furos do Sr Tode. Peter também é bem trabalho e em momento algum fica chorando e tendo pena de si mesmo por ser cego, pelo contrário, ele se orienta muito bem sem a visão, sendo até bastante independente, apesar de ser um ladrão ele não gosta do que faz. Peter tem noção do que é certo e o que é errado, mas as condições em que ele vive influenciaram a tomar certas decisões.

Super recomendo esse livro, apesar de suas 424 páginas, a leitura fluí de uma forma deliciosa, mas vá com a mente aberta, pos se trata de um livro infantil.
Agora em relação a edição do livro, a editora LeYa está de parabéns. Foi feito algo diferente, as folhas são numa tonalidade diferente deixando o livro muito bonito e bem trabalho, os inícios de capítulos possuem desenhos e a diagramação é boa e o tamanho da fonte é confortável para a leitura.

Quote:

" - Em minha experiencia, heróis não são melhores que você ou eu. E, apesar de ocasionalmente nobres, são frequencia astutos, desembaraçados e um tanto impetuosos. "

" Você pode ter observado, em sua própria vida, o grande poder que existe na narrativa de uma história. Uma fábula bem contada pode transportar os ouvintes de suas vidas monótonas, dando-lhes um senso mais amplo do mundo. "




É isso pessoal, espero que gostem da resenha.
See you later folks!