Drácula

Fala galera, como foi o final de semana?
Bom, como aqui na minha cidade foi feriado, resolvi ir visitar minha mãe xD

Bom, hoje trago para vocês a resenha de Drácula. Espero que gostem



Título: Drácula
Editora: Civilização Brasileira
Autor: Bram Stoker
Páginas: 251
Sinopse: Publicado em 1879, inspirado em relatos do folclore romeno sobre o nosferatu, ou morto-vivo, e na saga do príncipe Vlad Drakul, que lutou contra os turcos nas Cruzadas. Drácula definiu o arquétipo do vampiro como o ser diabólico que se alimenta do sangue de suas vítimas e tem poderes extraordinários ".


História:

     A história começa com Jonathan Harker viajando até a Transilvânia á negocios, ele teria que levar ao Conde Drácula alguns papeis, sobre uma futura compra de residencia. Na verdade a pessoa que deveria fazer essa viajem seria seu patrão, mas por motivos de saúde não foi possível comparecer.
     Durante o caminho até o castelo do Conde, Jonathan percebe a reação dos habitantes do lugar, tem até a dona de uma hotelaria lhe entregando uma corrente com uma cruz. John imagina que não passava de tolices superticiosas, ao chegar ao castelo do Conde, ele fica maravilhado com a sua extensão.
     No decorrer de sua estadia, ele percebe que os criados não aparecem, e que sua movimentação dentro da propriedade é um pouco limitada, suas conversas com o conde, se dão somente após o por do sol, e durante as refeições o Conde nunca partilha da comida.
     Juntando todos esses fatos, John espia pela fechadura da porta, e percebe que é o próprio Conde que arruma seu quarto e sua comida, deduzindo no fim que eles eram os únicos no recinto. Alem de todos os fatos estranhos, o castelo não possuí um espelho sequer e o espelho de bolso que traz consigo, o Conde deu um jeito de se livrar.
     Os dias vão passando e John percebe que é mantido como prisioneiro, e sem ter ninguém a socorrer ou até mesmo como fugir. Nesse momento relembra os votos de boa sorte que as pessoas no caminho lhe fizeram e passa acreditar de que nem tudo eram tolices superticiosas. Em fim o Conde liberta John, mas o que o futuro lhe espera?

Narrativa:

    O livro é em forma de diários, recortes de jornais, telegramas. Em cada momento a história é narrada pelo diário de uma personagem, que são vários. Por mais pouco descritivo que seja, eu pude visualisar  cada cena com uma precisão fantástica, em alguns casos, até arrepios eu tive. 

Personagens:

     Bom, não a muito o que falar, os personagens dessa história são bem parecidos, os homens com aquele aspecto gentleman e as mulheres são fortes, mas não passam de vítmas. 

Comentários:

     Li esse livro em 3 dias, poderia ter lido em menos, é fantástico!!!!
Não me recordo de ter visto o filme, portanto foi uma leitura com uma imaginação bem livre. Com disse anteriormente por mais curta que fosse a narrativa, eu pude visualisar o cenário de forma fantástica. A forma como Bram Stoker nos conta, nos transporta pra dentro do universo por ele criado. O fato de lermos o diário dos personagens, faz com que nos vivenciamos tudo que eles passaram.
Não poderia dar menos do que 5 estrelas.